quinta-feira, fevereiro 26, 2009

mato




_manel

5 comentários:

Pedro disse...

O mato "nunca antes tocado" na cabecinha dos conservacionistas malucos tem sempre muitas formas, como diz o manel, pode ser savana, locais cultivados, etc. Tudo serve para fingir que o mato onde está a minha ONG é que é o verdadeiro mato.

diogo disse...

Olha África, as florestas selvagens, a natureza virgem...

Devíamos deixar de ser tão românticos, começar a acreditar que as redes sociais "africanas" são tão complexas como as "ocidentais", que, afinal, os "selvagens" também domesticavam a paisagem, que a conservação da natureza em países pobres assenta em princípios muito distintos dos dos países ricos, que a arquitectura paisagista se faz com e para as pessoas.

Anónimo disse...

não foi por isso que as pus nem tinha reparado que todas tinham floresta devastada. acheia-as só bonitas em conjunto.

Anónimo disse...

manel

diogo disse...

No meio desta conversa, esqueci-me desse pormenor importante.

As fotografias são realmente muito bonitas e o aspecto tosco (tão característico) da digitalização dão-lhe imensa piada.